terça-feira, 12 de junho de 2012

Os amigos da minha vida....

É engraçado. No tempo do fundamental, quando tinha lá meus 12, 13 anos, no desabrochar da adolescência, assim como as outras meninas da escola, eu também cobiçava ser popular, ter a beleza admirada pelos meninos, ser a menina mais desejada pelos meninos. Como eu não tinha lá todo esse charme, consegui ser a garota mais engraçada, mais parceira. Entrei no mundo dos meninos para compreendê-los e de certa forma, suprir a necessidade de contato masculino que toda menina tem. No ensino médio, a coisa continuou: eu tinha uma melhor amiga e vários melhores amigos. Um mundo interessante aquele: falar sobre futebol, garotas, games, aventuras! O mundo dos garotos sempre foi tão mais divertido! A menina que desejava ser vista, ser elogiada pelos atributos "físicos", agora era a peça que faltava nas rodinhas de conversa, par divertir e ajudar o público masculino em suas investidas com as outras garotas: "fulano, ela não gosta disso, ciclano, mulher quer isso, beltrano, a fulaninha está sem namorado e com o coração livre..." Entrei para a faculdade, e a coisa continuou a mesma: no final das contas, já nem penso mais no porquê da maioria dos meus melhores amigos serem homens. Eu sei que é legal. Sou rotulada por eles mesmos de "mulher macho", "amigo homem que mija sentado", "ah.. Tamara, tu não é a mais bonita, mas tu é engraçada, e é nossa amiga. É isso que importa!", "gorda"... Enfim... Aprendi muito com tudo isso: conheço o comportamento dos homens como nenhuma outra mulher conhece. Sei direitinho quando amam, quando estão tristes, quando estão traindo, quando precisam sair com os amigos (isso me inclui! hehe) apenas para tomar uma cerveja e colocar conversa fora. Sei também das coisas que suportam e daquelas que não suportam nas mulheres. Mas, às vezes me pergunto: por que mesmo sabendo de tudo isso, até agora não tenho um relacionamento normal? Trágico... hehe. Mas como dizem por aí: vão os anéis e ficam os dedos! E não troco esses meus parceiros por nada! Um salve pros meus grandes amigos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário