sexta-feira, 5 de outubro de 2012

FUMAÇA

Você já comeu meio bombom? Eu não. Confesso que também me esqueço de quem foi o vice-campeão, aquele que ganhou a medalha de prata. Gosto de sentir frio ou calor. Prefiro ódio e amor do que indiferença. O morno não desperta minha sensibilidade. Essa coisa de metade não é comigo. É tudo ou nada. Partida ou chegada. Ou junto, ou sozinho. É preto ou branco, rosa ou espinho. Quer ficar, fique. Quer partir, vá. Só não bloqueie meu caminho. Se tem fumaça tem fogo. Se é só brasa, já queimou. Se tem dúvida, desconfia. Acaba o que nem começou.