segunda-feira, 12 de novembro de 2012

DESMEDIDA MANIA

Você. Novamente você com essa mania insana de amar.
Entregar-se, doar-se, jogar-se ao futuro desejado.
Despejar toda sua crença. Apostar toda sua fortuna.
Respirar e inspirar amor. Sem medo de errar, sem medo de dor.
Essa mania de amar, que lhe tira o sono e a fé.
Faz a despedida ser cruel, o nó na garganta machucar, a incerteza desmoronar um pouco de tudo.
A espera do não ou do sim é um ponto sem nó. Desfaz. Refaz.
Mania de amar sem saber a medida.

TOME DECISÕES!

Parece lógico dizer que só há construção através de ação, por isso vou além: tenho certeza de que o mundo é movido por pessoas que ousam enfrentar desafios. Por aquelas pessoas que tomam decisões, sejam certas ou erradas, pois mesmo através do erro existe aprendizado. Aquele que fica em cima do muro a vida toda, não constrói nem destrói. Permanece observando inerte no centro da grande roda que faz a vida girar. Ocupa sempre o mesmo espaço e jamais saberá o quão prazeroso é estar em constante movimento. E estar em movimento é sentir, é estar vivo. Tome decisões em sua vida. Saia de cima do muro. Mergulhe de cabeça para um lado ou outro. Há sempre o que aprender com a curiosidade, pois o mundo é feito por aqueles que, a cada resposta, são capazes de formular novas perguntas.