segunda-feira, 1 de julho de 2013

POEIRA

Quando me descobri inteira, me percebi em partes. Pedaços soltos em atração, formando o que sou. Me espalho em conjunto. Me junto em migalhas, formando uma só. Sou densa como uma nuvem de pó. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário