sexta-feira, 8 de novembro de 2013

ACREDITAR E REACREDITAR

Às vezes é bom voltar ao encanto das histórias infantis e perceber que aquilo que sonhamos, imaginamos e desejamos durante a infância só perde o sentido porque somos obrigados a crescer. Então crescemos e assumimos uma postura rude e cinza. Não compreendemos que crescer não significa necessariamente perder a esperança de finais felizes, de amores verdadeiros, de dias coloridos, de sonhos realizados e de alegria irradiante. Pensando bem, talvez um dia tudo volte a fazer sentido. Acreditar e reacreditar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário